Lista de comparação

“Síndico e Você” com Carlos Mussi

“Síndico e Você” com Carlos Mussi

 

Carlos Mussi, do prédio Dom Navarro, administrado pela Irigon, em Copacabana, é o convidado da coluna ‘Síndico e Você’ deste mês. Ele está à frente do condomínio desde outubro de 2016, onde há cerca de 100 moradores e 30 apartamentos. Em tempos de pandemia, Carlos investe na boa comunicação com moradores, inclusive com grupo no WhatsApp, para informar e orientar sobre o dia a dia do condomínio.

1- Como o relacionamento próximo à Irigon facilita na resolução das suas rotinas de síndico?
– Através de WhatsApp, e-mail e telefone, a comunicação com a Irigon tem sido muito rápida e, desta forma, as dúvidas e pedidos de soluções acontecem satisfatoriamente. A equipe prontamente responde às minhas solicitações. O sr. Clemente, que atende diretamente ao condomínio, é muito atencioso e ágil. Parabéns para a equipe como um todo. E para o jurídico também, que sempre me atende rapidamente.

2- Desde o início da pandemia, quando boa parte dos moradores passou a ficar em casa, quais têm sido os principais desafios para você como síndico?
– Desafios como lidar com aumento do movimento entregadores. Muitos moradores optaram por não sair mesmo de casa e passaram a utilizar os serviços de delivery. Com isso, passamos a ter grande movimentação de entrada e saída do condomínio.

3- O que tem feito para garantir a boa convivência de todos no condomínio?
– Passamos a intensificar a higienização dos elevadores, portaria, andares e áreas de circulação do térreo. E também utilização de máscaras pelos funcionários e álcool gel na portaria para uso de todos. Afixamos informativos nos elevadores sobre cuidados que devem ser tomados para prevenir a Covid-19. E também enviamos mensagens pelo grupo de WhatsApp para os moradores com informações do condomínio, ocorrências e obras emergenciais.

4- O condomínio passou a adotar medidas para economizar, por exemplo, conta de água e luz, que aumentaram muito nos últimos meses?
– Não tivemos aumentos nas contas do condomínio, pois diminuiu o trânsito de pessoas e funcionamento dos quatro elevadores. E tomamos algumas providências, como reduzir número de luminárias na portaria. Além disso, o consumo de água ficou estável.

5- Barulho excessivo e realização de obras não essenciais estão entre os principais problemas durante a pandemia. Como acha que o síndico deve lidar com problemas como esses para evitar conflitos e garantir o bem-estar dos condôminos?
– Alguns moradores reclamaram de obras emergenciais, pois existia muita desinformação das autoridades municipais de quando e como fazer, mas o condomínio conseguiu realizar sem problemas. As obras realizadas ocorreram em áreas externas e somente as necessárias. E foram feitas quando permitidas pelas autoridades municipais. Tudo está transcorrendo muito bem. É importante ter comunicação eficiente para comunicar e orientar moradores e, para facilitar, temos o grupo para mensagens pelo WhatsApp.

Artigos relacionados

“Síndico e Você” com Alexandre Rivera

Alexandre Rivera é síndico do North Coast, na Barra da Tijuca, e na nossa coluna "Síndico e...

Continue lendo

Síndica Sheila Vieira

Sheila Vieira é síndica profissional e atua em um dos edifícios comerciais administrados pela...

Continue lendo

Síndica Lucia Helena

Vamos fechar esse  outubro rosa,  que se destaca como o mês da conscientização do câncer de...

Continue lendo
WhatsApp Fale com a Irigon