Lista de comparação

Taxa de incêndio: carnês começam a chegar em imóveis do estado

Taxa de incêndio: carnês começam a chegar em imóveis do estado

Os carnês referentes às taxas de incêndio dos imóveis do Estado do Rio já começaram a chegar. Desde o dia 26 de fevereiro, o Corpo de Bombeiros envia, em lotes, os 3,5 milhões de boletos devidos aos seus contribuintes. Em geral, pagam a taxa os donos de casas com área construída maior do que 50m² e de apartamentos de quaisquer medidas.

As taxas, aplicadas com base no tipo de imóvel e no tamanho da área construída, variam de R$ 30,95 a R$ R$ 1.857,29. A semana de vencimento para os pagamentos será de 8 a 12 de abril (veja o calendário abaixo). Por isso, quem não receber a tempo o boleto pode emitir a guia pelo site ou procurar um dos postos de atendimento descentralizados do Corpo de Bombeiros.

A quitação pode ser feita por qualquer pessoa, desde que tenha o boleto em mãos. Mas para realizar o processo em qualquer banco, é preciso ter CPF/CNPJ cadastrado no banco de dados do Funesbom (fundo que administra a taxa) e que o boleto comece com a sequência numérica 237. Para os boletos que tiverem o código de barras iniciando com 856, o pagamento só poderá ser feito no Bradesco.

Entenda quem é isento

Além dos donos de casas com área construída até 50 metros quadrados, estão isentos do pagamento aposentados, pensionistas e pessoas com deficiência física, proprietários ou locatários de um único imóvel residencial, com até 120 metros quadrados, e com renda de até cinco salários mínimos (R$ 4.990). Para isso, é preciso apresentar cópia autenticada ou acompanhada de original de diversos documentos no Corpo de Bombeiros (veja abaixo).

Igrejas e templos de qualquer culto também não pagam a taxa de incêndio. Para ter direito ao benefício da isenção, o Corpo de Bombeiros exige a apresentação de comprovações.

Faixas de pagamento

Imóveis residenciais

A – Até 50 m² (exceto casas) – R$ 30,95

B – Até 80 m² – R$ 77,39

C – Até 120 m² – R$ 92,86

D – Até 200 m² – R$ 123,82

E – Até 300 m² – R$ 154,77

F – Mais de 300 m² – R$ 185,73

Imóveis não residenciais

A – Até 50 m² – R$ 61,91

B – Até 80m² – R$ 92,86

C – Até 120 m² – R$ 185,73

D – Até 200 m² – R$ 520,04

E – Até 300 m² – R$ 681,01

F – Até 500 m² – R$ 866,73

G – Até 1.000 m² – R$ 1.547,74

H – Mais de 1.000 m² – R$ 1.857,29

Calendário de pagamento

Final 0 – 8 de abril

Final 1 – 8 de abril

Final 2 – 9 de abril

Final 3 – 9 de abril

Final 4 – 10 de abril

Final 5 – 10 de abril

Final 6 – 11 de abril

Final 7 – 11 de arbil

Final 8 – 12 de abril

Final 9 – 12 de abril

Documentos para isenção da taxa de incêncio

– Carteira de identidade;

– CPF;

-Comprovante de Renda emitido pela fonte pagadora, especificando a aposentadoria ou pensão previdenciária (não serve extrato bancário);

– IPTU contendo os dados do imóvel (área construída e tipologia) referente ao exercício não pago para os quais se pretende à isenção;

– Certidão do Registro de Imóveis ou Escritura do Imóvel registrados em cartório, exceto no caso de locação;

– Contrato de Comodato ou Locação vigente, com firma reconhecida em cartório, se o requerente for comodatário ou locatário, respectivamente. No caso de renovação automática após 30 meses, a vigência é comprovada mediante a apresentação do recibo de locação atual;

– Laudo Médico expedido por Órgão Público, declarando o tipo específico de deficiência física, quando o caso exigir;

– Procuração, quando houver representação do requerente por terceiros;

– Termo de Responsabilidade em que o aposentado, pensionista ou pessoas com deficiência física declare ser proprietário, comodatário ou locatário exclusivamente do imóvel objeto do pedido, com área construída de até 120m², bem como perceber proventos ou pensão de até 5 salários mínimos, como única fonte, mensal, de rendimentos.

FonteExtra, 11/março/2019

Veja aqui outras notícias do setor.

Artigos relacionados

Empresas buscam imóveis com mais flexibilidade

Nos próximos anos, serão cada vez mais raros os espaços corporativos organizados em baias...

Continue lendo

Locação de imóveis por sites e aplicativos pode ser regulamentada

Um projeto de lei pode regulamentar a locação de imóveis residenciais por temporada feita...

Continue lendo

Imóveis adaptados permitem acessibilidade a pessoas com deficiência

Segundo Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui...

Continue lendo
WhatsApp Fale com a Irigon